Portuguese | Português

Olá!

Ficamos felizes por seu interesse em nosso estudo. Sabemos que este é um tempo difícil para todas as pessoas, com amplas restrições sobre a vida pessoal. Isso não afeta somente a saúde, mas também grupos vulneráveis em particular. A saúde de pessoas trans é, como esperamos, parte disso.

Por que este estudo?
A COVID-19 é uma infecção pulmonar causada pelo coronavírus SARS-CoV-2. A atual pandemia do COVID-19 apresenta desafios novos e gigantescos para os sistemas de saúde ao redor do mundo. Ela está causando restrições massivas à provisão de cuidados médicos. Isso afeta inevitavelmente as pessoas trans e travestis, cujos acessos à saúde já eram restritos antes da pandemia do COVID-19 e agora devem ser ainda mais prejudicados. Ademais, estudos sobre experiências com pandemias anteriores (Leung et al., 2009) e com a própria pandemia COVID-19 (Wang et al., 2020) mostram o impacto negativo desses eventos sobre a saúde mental da população em geral e de subgrupos vulneráveis, como profissionais de saúde (Li et al., 2020). Até o momento, o impacto da pandemia do COVID-19 tanto sobre os serviços de saúde para as pessoas trans quanto sobre sua saúde em si somente pode ser avaliado com base em informações anedóticas, por exemplo de publicações de blogs ou informes individuais (Loggins, 2020). No entanto, elas fornecem pistas para os impactos negativos específicos sobre pessoas trans, como um resultado de acesso limitado a cuidados médicos e psicossociais, devido à pandemia do COVID-19. Nesse estudo, gostaríamos de aprender de você sobre como você está sendo pessoalmente afetade pela situação em torno do COVID-19 e quais as consequências que isso tem na sua saúde física e mental.
O que o estudo pergunta?
Essa pesquisa contém um conjunto de questões sobre você, sua condição de vida atual, suas necessidades de saúde, e sua saúde física e mental. A maior parte das questões é de múltipla escolha, e para algumas delas você também vai ter a possibilidade de incluir mais informações em texto livre, caso julgue importante. Por favor, escreva para nós! A participação no estudo é completamente voluntária e anônima. Você pode revogar sua participação a qualquer momento, sem dar nenhuma explicação e sem sofrer nenhuma consequência. A participação no estudo não deve ser associada a certos riscos de saúde. Somente é solicitado que você descreva sua experiência pessoal com a atual pandemia do COVID-19. A participação não tem nenhum custo para você. No entanto, nós não podemos pagar nenhuma compensação por gastos. Todas as informações que coletarmos no estudo serão tratadas de forma confidencial e usadas exclusivamente para fins científicos. Leva aproximadamente 20 minutos para responder o questionário.
Quem pode participar da pesquisa?
Nós reconhecemos a heterogeneidade da população trans, e essa pesquisa está aberta para qualquer pessoa que se identifica, que experiencia e/ou se descreve como trans, desde que essa pessoa tenha ao menos 16 anos de idade. Nós usamos o termo trans aqui como um ‘termo guarda-chuva’ que inclui muitos outros termos, como transgênero, não binárie, travesti, homem trans, mulher trans, etc. Você pode especificar os gêneros com que se identifica durante a pesquisa.
Quem é a equipe de pesquisa, e há a aprovação ética?
A equipe de pesquisa é formada por Andreas Koehler e Timo Nieder, da University Medical Center Hamburg-Eppendorf, da Alemanha, e Joz Motmans, da Ghent University, Bélgica. A equipe do projeto inclui Viviane Vergueiro Simakawa, que é coordenadora de projeto na Akahatá, equipe de trabalho em gêneros e sexualidades, que traduziu a pesquisa para o português e a adaptou para os contextos lusofalantes. Não há financiamento para essa pesquisa. O estudo recebeu aprovação ética do Comitê de Ética Psicológico Local (LPEK) no Centro de Medicina Psicossocial, University Medical Center Hamburg-Eppendorf (No.: LPEK-0130, data: 01.04.2020).
Como é que as pessoas trans foram envolvidas na concepção deste estudo?
Parte das pessoas envolvidas na pesquisa são pessoas que se identificam como trans. Consultas adicionais foram feitas durante a construção do questionário com organizações trans (tais como a Transgender Europe, Transfuzja/Polônia, FtM Phoenix Group/Rússia, Bundesverband Trans* e dgti/Alemanha). A equipe de pesquisa gostaria de agradecer a todas as pessoas que revisaram o questionário, e se responsabiliza por quaisquer lacunas que tenham ficado. Nós reconhecemos que a pesquisa foi construída sob grande pressão de tempo, mas tentamos ser sensíveis e utilizar linguagem respeitosa. Nós convidamos você a nos dizer como foi participar da pesquisa, para podermos aprimorá-la.
O que vai acontecer com os resultados?
Pela razão de considerarmos o impacto da pandemia do COVID-19 sobre a saúde de pessoas trans e seus cuidados de saúde uma questão sensível ao tempo, nós vamos analisar os resultados preliminares do estudo, particularmente no nível de países. Nós vamos fornecer informações fundamentadas nos resultados preliminares tanto para organizações trans locais quanto para pessoas provedoras de saúde, e esperamos que elas estejam informadas sobre o que as pessoas trans precisam nessa pandemia do COVID-19. Quando a pesquisa online for finalizada, os resultados finais serão disponibilizados novamente para as organizações trans participantes e publicados em revistas científicas, preferenciamente de acesso aberto.